Segredos de Barcelona – Ruínas do Templo de Augusto

por | ago 26, 2017 | Barcelona | 0 Comentários

A começar por Las Ramblas, claro. Seguindo por Park Güell, Casa Battló, La Pedrera, Barceloneta, Camp Nou, Tibidabo, Montjuïc e por aí vai. Os monumentos, passeios, praças e praias em Barcelona são tantos que fica difícil conhecer bem a cidade durante uma viagem de poucos dias – acredite, mesmo quem mora por aqui acaba não explorar muitos pontos importantes e históricos da nossa querida Barça.

 

Por isso, decidimos iniciar uma série especial no Blog da Leandro Viajes em homenagem às belezas ocultas de Barcelona. Os textos do ‘Bienvenido a Barcelona!’ começam hoje para mostrar os segredos e cada cantinho que um verdadeiro Barcelonalover não pode perder!

 

Espero que aproveite a leitura e viva com a gente por meio das ruelas da capital da Catalunha.

 

Gabriela Meschini

Editora e Social Media

Leandro Viajes

Para encontrar o cenário do primeiro ‘Segredo de Barcelona’, precisamos voltar um pouco no tempo. Passamos para trás toda construção modernista da cidade: as maravilhas de Gaudí, o bairro Eixample e qualquer reforma feita para as Olimpíadas de 1992. Abandonamos os anos 1900 e voltamos por meio da época medieval, passando pela Barcelona da Cidade Velha – quando a cidade se resumia ao El Raval, Gótico, El Born, Barceloneta e Port Vell. Voltamos um pouco mais para encontrar nosso destino.

 

Nosso cenário acontece em Barcino, a colônia romana que deu origem à atual capital da Catalunha. O século era o I a.C e ali, bem em meio do atual centro barcelonense, estava o ponto mais alto da região. Como era de costume, o local foi escolhido para abrigar um monumento em homenagem a César Augusto, fundador do Império Romano. Nascia o Templo Augusto da colônia.

 

Ao decorrer dos anos, o Império Romano do Ocidente chegou ao seu ápice – mas caiu por volta de 500 d.C, perdendo todo o domínio das áreas na Europa, África e Ásia. Com os séculos, a região se dividiu em reinos até que, em 1469, os reinos Aragão e Castela se unificaram. Aos poucos, a Espanha como conhecemos hoje se formou.

Sim, uma longa viagem no tempo.

Em um passado mais recente, durante o século XIX, um grupo de construtores reformava a sede dos Excursionistas da Catalunha, na Rua Paradís, quando se depararam com três colunas romanas, com mais de nove metros de altura e dois mil anos de idade: era o Templo de Augusto sobrevivendo ao milênio. Com os restos de material encontrado, foi construída uma quarta coluna e, até hoje, o quarteto fica exposto dentro da sede dos Excursionistas, nos entrelaces de ruelas do Bairro Gótico.

Não parece o tipo de passeio que você pode perder, né?

Os horários para visitação são de segunda-feira, das 10h às 14h; de terça a sábado, das 10h às 19h; e aos domingos, das 10h às 20h.

* A atração fecha em: 1 de janeiro, 1 de maio, 24 de junho e 25 de dezembro.

Enderço: Rua Paradís, 10.

08002 – Barcelona.

Descubra mais sobre Barcelona em www.cruzandoelcharco.com , o blog da comunidade latina na cidade.

Pin It on Pinterest

Share This